Governo fará de tudo para aprovar reforma da previdência nesta semana

Em busca de aprovação da reforma da previdência no plenário da Câmara dos Deputados, o governo de Michel Temer pretende disponibilizar vantagens para a base aliada, como emendas parlamentares, cargos, anistia de dívidas de parlamentares empresários, assim como mais verbas de publicidade para a mídia.

O objetivo do governo com os agrados à mídia e a base aliada é conseguir os 308 votos para aprovar a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/16. O governo ainda não tem esses votos. Integrantes da base aliada disseram à Agência Estado que o governo só vai colocar a reforma em votação no plenário quando contabilizar mais de 320 votos favoráveis.

Um interlocutor do governo disse ainda que vai disponibilizar dinheiro público para fazer propaganda em 4 mil rádios em todo o País, no intuito de convencer a população a perder direitos. Um total contrassenso.

Proposta de reforma no Chile

Enquanto no Brasil Temer (PMDB) e o PSDB pretendem retirar direitos previdenciários, no Chile o governo de Michele Barchelet pretende aumentar o valor dos benefícios em 20% para os que já estão aposentados e 50% para os que vão se aposentar.

O atual sistema de Previdência privado do Chile foi iniciado na década de 1980 durante a ditadura de Augusto Pinochet e o chamado “modelo chileno”.

Hoje, a população chilena diz que os benefícios são pequenos e reclama que as aposentadorias são administradas por fundos com fins lucrativos.

O que os chilenos pretendem mudar, porque é bastante prejudicial à população, Temer e sua base aliada pretende fazer aqui no Brasil. Ou seja, reduzir benefícios dos aposentados e pensionistas, bem como aumentar a parcela de fundos de aposentadoria privado administrados por bancos.

“Devemos avançar em direção a um sistema de segurança social verdadeiramente misto, onde todos desempenham seu papel, onde a solidariedade vem do esforço pessoal, onde o Estado e os empregadores desempenham seu papel correspondente”, disse Bachelet em discurso.

Scroll To Top