Prazo para comprovação de vida vai até 28 de fevereiro

O presidente da Anapar, Antônio Braulio de Carvalho, lembra os associados de que o prazo de comprovação de vida para evitar a interrupção de pagamentos dos benefícios previdenciários termina no dia 28 de fevereiro. Braulio aponta ainda que os segurados precisam fazer a comprovação de vida na agência bancária onde recebem a aposentadoria ou pensão.

A prova de vida é obrigatória para todos os beneficiários do INSS que recebem por conta corrente, poupança ou cartão magnético.

Braulio também lembra que a comprovação de vida deve ser feita mediante a apresentação de um documento de identificação com foto. Algumas instituições financeiras estão utilizando o sistema de biometria para fazer a comprovação de vida nos terminais de autoatendimento.

Os beneficiários que estiverem impossibilitados de ir até as agências bancárias por motivos de doença ou dificuldades de locomoção podem fazer a comprovação de vida por meio de um procurador cadastrado no INSS.

Quem mora no exterior também pode comprovar por meio de um procurador cadastrado no INSS ou por meio de documento de prova de vida emitido por consulado, bem como pelo Formulário Específico de Atestado de Vida para o INSS, que está disponível no site da Repartição Consular Brasileira ou no site do INSS.

Se o beneficiário optar pelo Formulário, deverá assiná-lo na presença de um notário público local, que fará o reconhecimento da assinatura do declarante por autenticidade.

O prazo para fazer a comprovação de vida havia terminado no dia 31 de dezembro, mas devido ao grande número de beneficiários que ainda não tinham comprovado o prazo foi estendido.

De acordo com o último levantamento do INSS, 4,7 milhões de beneficiários ainda não compareceram aos bancos pagadores do benefício para fazer o procedimento.

Scroll To Top