Anapar explica: META ATUARIAL

Quando se fala em fundos de pensão, a meta atuarial define o quão rentáveis os recursos financeiros dos planos precisam ser para pagar integralmente os benefícios contratados na adesão até a morte de cada participante e de seus beneficiários.

O efeito da meta atuarial varia conforme a categoria do plano de benefícios. Nos planos concebidos na modalidade de Benefício Definido – BD (mutualistas), a meta atuarial garante rendimentos dos recursos suficientes para pagamentos conforme contratados no regulamento do plano.

Por outro lado, em planos da modalidade Contribuição Definida – CD, cujos benefícios só são conhecidos quando o participante se torna elegível, a meta de rentabilidade permite manter uma estimativa do benefício futuro e terá grande influência no valor, no momento da concessão.

Em 2017, os fundos de pensão tiveram rentabilidade de 11,36% (computada a inflação). O valor está expressivamente acima dos 8,86%, média da meta atuarial do setor.

Scroll To Top