Últimos dias para participar da ação coletiva pela dedução das contribuições extraordinárias no IR

Quem se associar à Anapar até 29 de março será representado em ação coletiva que visa a assegurar que as contribuições extraordinárias, como as cobradas em planos de equacionamento, continuem a ser deduzidas na declaração do Imposto de Renda.

O ajuizamento busca garantir aos associados a dedução no IR dos valores pagos em planos de equacionamento, direito ameaçado pela Solução de Consulta (Cosit) 354, emitida em julho de 2017, pela Coordenação Geral de Tributação da Receita Federal. A decisão alterou o entendimento vigente até então, prejudicando ainda mais os participantes.

O presidente da Anapar, Antonio Bráulio de Carvalho, lembra que, se permanecer o posicionamento da Receita, apenas as contribuições normais às entidades fechadas de previdência complementar podem ser abatidas. “Por isso, essa ação também visa afastar o limite de 12% de dedução na declaração de ajuste anual”, explica o dirigente.

Mais informações pelos telefones (61) 3326-3086 / 3326-3087.

Associe-se aqui

Scroll To Top