Anapar/RS: Plenária por videoconferência elege delegados para assembleia anual da entidade

De: 10 de agosto de 2020 Notícias

Durante plenária regional realizada no último sábado, 08/08, os associados da Anapar no Rio Grande do Sul analisaram a realidade do setor e elegeram os delegados que participarão da Assembleia Geral Anual da entidade, que ocorrerá em 27 de agosto, por videoconferência. A mesa dos trabalhos foi presidida pela diretora regional da Anapar e do SindBancários, Caroline Heidner. O encontro, que reuniu virtualmente diversos associados de diferentes fundos de pensão, contou com a presença do presidente da Anapar, Antônio Bráulio de Carvalho, e do advogado Ricardo Só de Castro.

Desafios da previdência complementar

Bráulio traçou um panorama do sistema fechado de previdência complementar, que impõe grandes desafios aos participantes do ponto de vista normativo. Também abordou a conjuntura política e econômica do país, que trará reflexos sobre a performance dos fundos de pensão.

Ele lembrou que os interesses dos participantes são postos de lado pelos órgãos reguladores, que cada vez mais cedem ao mercado, que tenta impor um caráter financista ao sistema. Ele destacou que a luta na proteção de nossos interesses vai ser travado, cada vez mais, no embate entre capital e trabalho, agudizado pelas reformas trabalhista e da Previdência. Para tanto, o presidente da Anapar convocou as entidades sindicais e os participantes à mobilização e fortalecimento da associação.

Saúde de autogestão

Sobre os planos de saúde de autogestão, o presidente da Anapar alertou que se acelera o desmonte do sistema, que acabará empurrando milhões de trabalhadores e seus dependentes para os planos privados, cujos custos se tornam a cada ano mais proibitivos.

Revisão legal

Ricardo Só abordou a necessidade de revisão do arcabouço legal do sistema privado de previdência, incluindo as Leis Complementares 108 e 109. Ele defendeu que é necessário avançar na garantia de ampla participação dos atores do sistema, para que se tenha maior segurança jurídica na relação entre governo, participantes e patrocinadores, bem como que se interrompa o processo sistemático de adoção de medidas infralegais pelos órgãos de regulação e de fiscalização do sistema, prática que vem trazendo consequências prejudiciais aos participantes e aumento da judicialização.

Conjuntura e resistência

O secretário de Comunicação da CUT-RS e diretor do SindBancários Ademir Wiederkehr, fez uma análise da conjuntura, destacando a crise econômica, política e sanitária, no dia em que o Brasil atingiu 100 mil mortes na pandemia do coronavírus. Ele, que é participante do Banesprev, criticou a política genocida do governo Bolsonaro e destacou a importância da resistência. “Querem passar a boiada não somente nas leis ambientais, mas também nos direitos dos trabalhadores e no patrimônio público que ainda restam”, apontou.

Homenagem

O associado Hélio Libório homenageou o petroleiro Léo Altmayer, falecido em 31 de julho, vítima da Covid-19, aos 75 anos.

Engajamento do RS

Caroline, que é participante da Funcef, avalia que a plenária foi muito produtiva, além de ter garantido ampla participação dos associados, apesar do isolamento social necessário. “O altíssimo nível do debate que fizemos mostra o comprometimento dos associados do Rio Grande do Sul com a Anapar. Esse engajamento e disposição de luta que vimos hoje são fundamentais, para que possamos resistir e preservar nossos direitos, além de mostrar à sociedade o potencial dos nossos fundos de pensão como parceiros estratégicos para a retomada do desenvolvimento econômico do país”, destacou.

Fonte: Anapar/RS e SindBancários

Deixe uma resposta

Scroll Up