Afubesp: Banesprev se desespera e prorroga migração

14 de Janeiro de 2022

Conforme matéria publicada no site da Associação dos Funcionários do Grupo Santander Banespa, Banesprev e Cabesp (Afubesp), mesmo com todo o assédio e gasto dos recursos dos participantes com propagandas milionárias, apenas um pequeno número de participantes, com 3,5% do patrimônio dos planos atuais, aceitou perder seus direitos. Esta é a última vez que o Fundo poderá arrastar o período para adesões.

Até aqui foram inúmeras as tentativas do banco e do Banesprev para vender um plano de contribuição definida que é, no fim das contas, maléfico ao participante, sem apresentar qualquer vantagem para a migração. Só no mês de prorrogação, investiram em atendimento personalizado no intuito de “tirar dúvidas”, telefonemas, notas no site, vídeos explicativos e lives. Acontece que, na empreitada de trazer informações distorcidas, disfarçadas de “verdades”, fica evidente a fragilidade dos argumentos.

Logo nos primeiros dias do ano, reta final do prazo anterior, o Banesprev divulgou uma série de publicações mirando os colegas dos planos Pré-75, V e II com declarações maldosas. Os especialistas da Afubesp em previdência complementar, que também são participantes e assistidos dos planos do Banesprev, prepararam um material esclarecendo as informações publicadas no site do Banesprev. Clique aqui para ler.

Conforme o próprio Banesprev divulgou, o percentual de adesões voluntárias é bem inferior à meta de 30% do total das reservas atuais. Porém, consta no próprio Termo de Migração aprovado pela Previc que este percentual poderá ser alterado a critério do patrocinador. Desde o início deste processo acreditamos que este plano será implantado com percentuais baixíssimos, podendo levar a taxas de administração muito altas (reservas constituídas para as despesas administrativas, como pagamento de funcionários, equipamentos, materiais, etc) para aqueles que optarem pela migração.

Clique aqui para ler a matéria na íntegra.

Whatsapp