Congresso mantém veto a tratamento de câncer domiciliar

09 de Fevereiro de 2022

Matéria do Reconta Aí mostra que o Congresso Nacional manteve o veto de Jair Bolsonaro (PL) a um Projeto de Lei aprovado que obrigava planos de saúde a cobrirem os custos de tratamento para câncer realizado de forma domiciliar, com medicamentos de uso oral.

Os senadores formaram maioria para derrubar o veto, com 52 votos a 14. Entre os deputados, entretanto, houve apenas 234 votos pela derrubada - seriam necessários 257. O Projeto de Lei 6330 de 2019 estabelecia o prazo de 48 horas após a prescrição médica para o fornecimento de medicamentos, inclusive os para diminuir efeitos adversos.

Leia a reportagem completa aqui

Whatsapp