Planos Viva Pecúlio e Viva Empresarial apresentaram ganhos de 0,90% e 1,37%, respectivamente, em junho

02 de Agosto de 2020

A Fundação Viva de Previdência, entidade fechada de previdência complementar, voltou a apresentar em junho rentabilidade positiva nos planos sob sua administração. Tanto o Viva Pecúlio, o maior, com 49 mil participantes, quanto o Viva Empresarial apresentaram ganhos de 0,90% e 1,37%, respectivamente, acima da meta atuarial no mês, de 0,63%. Nos últimos 12 meses, a rentabilidade dos planos foi de 4,04% para o Viva Pecúlio e de 2,76% para o Viva Empresarial.

O Viva Futuro, plano mais recente da fundação, apresentou rentabilidade da carteira em junho de 0,84%, também acima da meta referencial de 0,22% (110% do CDI). No primeiro semestre, a carteira rendeu 2,18%, enquanto o resultado da poupança foi 1,38% e do CDI 1,80%. “Mesmo tendo somente um ano, o desempenho desse fundo já atrai participantes do plano Vida Pecúlio, que têm optado por reinvestir parte de seus rendimentos extraordinários”, antecipa diretor-presidente Silas Devai Jr.

O Viva Futuro foi lançado em junho de 2019, com o objetivo de estimular o planejamento de longo prazo e demonstrar para o consumidor que a previdência complementar é importante num projeto de vida. “Trata-se um plano moderno e flexível, além de não ter limite de idade. O participante define quanto pode investir mensalmente e pode escolher quando irá receber o seu benefício (a partir de 18 anos)”, destaca Devai. O Viva Futuro também é destaque no crescimento da carteira de participantes da fundação. O plano teve aumento superior a 20% apenas em junho e já indica resultado superior para julho.

Seus participantes contam também com o Prev.4U, programa de cashback. O Viva Futuro tem dois tipos de benefícios para o participante: a renda mensal e a renda por invalidez. Para os beneficiários do participante, a Viva Previdência criou o pecúlio ou a pensão por morte do participante. Pode-se contratar também um seguro adicional para cobertura, nos casos de invalidez e morte. Segundo Devai Jr., a boa performance dos fundos da Viva e Previdência “mostra a política correta de investimentos da fundação, inclusive nesse período turbulento do início do ano, com forte oscilação e queda das ações na Bovespa”.

A Fundação

A Fundação Viva de Previdência é uma entidade de previdência complementar fechada multipatrocinada e multi-instituída, sem fins lucrativos e com autonomia patrimonial, administrativa e financeira. Atualmente, administra três planos: o Viva Pecúlio (desde 1974), o Viva Empresarial (antigo Geaprev), em operação desde 2005, e o plano família Viva Futuro, criado em 2019. Está presente em todo o país, com destaque para o Sudeste, onde se concentra quase metade dos 50 mil participantes.​

O processo de transferência de gerenciamento do AnaparPrev da Petros para a Fundação Viva de Previdência está em andamento. A cada evolução do processo, o participante será comunicado. Acompanhe em nosso site, no link https://www.anapar.com.br/anaparprev-transferencia-de-gerenciamento/

Whatsapp