Efetivação de trabalho temporário cai em 2012

De: 17 de janeiro de 2013 Clipping

O volume de efetivações posteriores aos contratos de trabalho temporário caiu no ano passado, de acordo com dados da Asserttem (associação do setor) e do sindicato Sindeprestem.

Cerca de 275 mil trabalhadores foram convocados para atividades por tempo determinado nas datas de maior pico como Natal, Dia das Mães, Páscoa é férias. Desses, apenas pouco mais de 34,5 mil foram efetivados.

No ano anterior, entre aproximadamente 260 mil temporários, mais de 44,6 mil permaneceram no emprego, conforme o levantamento.

A época de maior mudança foi a Páscoa, que ilustra as diferenças entre os cenários econômicos, segundo a entidade. Na data, apenas 7.000 trabalhadores tiveram efetivação, ante 17,5 mil em 2011.

Os contratos por tempo definido são considerados uma porta de entrada para jovens no mercado de trabalho, de acordo com Jismália de Oliveira Alves, presidente da associação.

"As oportunidades de empregabilidade aumentam quando se tem uma experiência. É uma ferramenta de qualificação. E tem sido um desafio encontrar mão de obra qualificada", diz.

No Natal de 2011, o setor teve de flexibilizar as exigências para conseguir preencher todas as vagas devido à falta de mão de obra com perfil adequado.

O problema se normalizou no final do ano passado, segundo Alves  (Maria Cristina Frias)

Fonte: Folha de S.Paulo

Scroll Up