Em entrevista na TV 247, Carlos Gabas fala dos efeitos nefastos da reforma da previdência e sobre o Consórcio Nordeste

Foi ao ar ontem, 15/10, o terceiro programa da série de entrevistas “Proteção social em debate”, veiculada na TV 247, resultado de parceria entre a Anapar, a Fenae e o Brasil 247. O ex-ministro da Previdência Social e superintendente do Consórcio Nordeste Carlos Gabas, destacou os efeitos negativos da reforma da previdência para a sociedade brasileira.

Com o alto índice de desemprego, muitos idosos hoje são arrimo de família, sustentando filhos e netos. A partir das mudanças que devem ser implementadas ainda este ano, este cenário deve mudar, empurrando ainda mais pessoas para a miséria. Para ele, o que deveria estar sendo discutido é o modelo de financiamento da Previdência Social, pois mais de 70% da fonte de receita da Seguridade Social está atrelada à folha de pagamento das empresas. Com a reforma trabalhista e as novas formas de contratação de mão de obra – e da prometida carteira de trabalho verde e amarela, que retira mais direitos do trabalhador – ocorre uma brutal redução da fonte de financiamento.

Outro tema tratado por Gabas foi o Consórcio Nordeste, aliança formada por governadores dos estados nordestinos para fortalecer a região e mostrar o potencial nordestino para o mundo. Uma das iniciativas foi a transformação do PrevBahia, fundação de previdência complementar do estado da Bahia, em fundo multipatrocinado – o PrevNordeste, que agrega entidades de outros estados da região. Além disso, o consórcio se uniu para realizar compras nas mais diversas áreas, como Saúde, Educação, Segurança Pública, entre outras.

 

Perdeu nosso programa? Assista os três primeiros debates aqui:

Paulo Paim – https://www.youtube.com/watch?v=pgTSrBURG4A

Pedro Paulo Zahluth Bastos – https://www.youtube.com/watch?v=r6zgWFRLiJ4

Carlos Gabas – https://www.youtube.com/watch?v=8ca4KqNx_XE

Nosso programa é quinzenal, às segundas, às 15h, na TV 247 no Youtube

 

Scroll To Top