Golpes em aposentados em S. José dos Campos

De: 28 de março de 2013 Clipping

Um homem de 34 e uma mulher de 63 anos cobravam para facilitar processo na Previdência Social e sumiam com dinheiro; órgão faz alerta a segurados
Uma dupla de estelionatários foi presa ontem, em São José dos Campos, acusada de aplicar golpes em aposentados.

Segundo a Polícia Civil, F.S., 34 anos, e H.D.C.C., 63 anos, se apresentavam às vítimas como facilitadores, dizendo que conseguiriam agilizar o processo na Previdência Social. Eles cobravam para dar início ao processo e sumiam logo após o pagamento. O valor cobrado pelos golpistas não foi informado pela polícia.

O caso está sendo investigado pelo 7º DP (Distrito Polícial), mas a prisão foi feita pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais).

Alerta do INSS
A Previdência Social alerta todos os beneficiários do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) para que fiquem atentos e não confiem em pessoas que prometem apressar andamento de processos previdenciários, liberar valores atrasados, vender produtos, entre outras facilidades e serviços oferecidos pelo órgão.  Geralmente, os  estelionatários se utilizam desse tipo de argumento para enganar as pessoas. O alerta está no site da Previdência.

O órgão ressalta ainda que o beneficiário que desconfiar de qualquer tipo de golpe deste tipo deve guardar o nome e o telefone usados pelo estelionatário no contato e informar a delegacia de polícia mais próxima, o mais breve possível.

O INSS recomenda ainda aos segurados que não utilizem intermediários para entrar em contato com a Previdência. O cidadão pode telefonar para a Central 135 e agendar uma visita a uma Agência da Previdência Social mais próxima, onde será atendido por um servidor que tomará as providências e prestará todos os esclarecimentos necessários. A Previdência também alerta à população para que não forneça os seus dados pessoais para terceiros, já que estes dados podem ser utilizados para fins ilícitos.

Em nenhuma hipótese, os funcionários pedem dinheiro ou depósitos de qualquer natureza, pois todos os serviços do instituto são gratuitos. Se isso acontecer, a orientação é que o beneficiário também entre em contato com a Polícia Civil, informando telefone e nome dos golpistas. 

Fonte: O Vale

Scroll Up